Modern Languages and Literatures, Department of

 

Date of this Version

2015

Citation

Iker González-Allende. “De niño del exilio a hombre de la ‘nueva España’: Masculinidad y nacionalismo español en El otro árbol de Guernica, de Luis de Castresana.” Ipotesi: Revista de estudos literários 18.1 (2014): 119-32 [published in 2015].

Comments

Copyright (c) 2015 Iker González-Allende.

Abstract

Este artigo analisa a representação da masculinidade e identidade nacional espanhola na obra El otro árbol de Guernica (1976), de Luis de Castresana. Nessa narrativa, o exílio implica um momento de rito de passagem, por meio do qual o protagonista acentua sua identidade como homem e como espanhol. Santi deixa de ser um menino para transformar-se num modelo de homem da “nova Espanha” franquista, ao possuir valores como o patriotismo, a capacidade de liderança, a independência e a religiosidade. O surgimento do amor é um sinal de entrada do protagonista no mundo dos homens, o que se fortalecerá com seu regresso à Espanha, onde provavelmente será um membro valioso da sociedade franquista.

Share

COinS